15/10/10

Não é isto que me fará deixar ser quem sou

Passo a explicar, hoje estive a visitar um museu, pois preciso de tema para um trabalho.
E, as funcionárias que se encontram nas salas eram todas escolhidas a dedo! Infelizmente não pela simpatia, mas sim, por algo que todas tinham em comum, uma antipatia atroz, e adianto desde já, que não sou picuinhas, ou dondoca...nada disso!
Mas, como pensar o contrário, tendo em conta os seguintes exemplos: Á minha frente entraram dois casais de espanhóis e assisto á amabilidade imediata que a funcionária se aprontou a dar-lhes todas as direcções que tinham de seguir. A minha mãe tinha ido á casa de banho enquanto eu estava no balcão a efectuar o pagamento e não reparei onde era a casa de banho, dirijo-me á dita funcionária e pergunto-lhe onde era, e imediatamente a senhora mudou a sua expressão facial, o discurso, tudo, lá me indicou a contra vontade, nisto vem a minha mãe, e eu aproveitei para lhe perguntar pelos azulejos com motivos árabes, ela olha para mim com uma cara de frete, e responde um insipido é aqui, apontando vagamente para o corredor do claustro, ao que eu reparei que o aqui dela tinha umas quatro entradas, e vou e pergunto, desculpe, em que entrada é? ela, com cara de duh para mim, disse, é por este corredor fora...eu retiro-me e respondi, okay, obrigada...
Não é pelo corredor, é pelas entradas que o corredor tem! Custava-lhe muito ter me indicado com os modos com que fez aos espanhóis??
Outro exemplo, vou visitar a igreja, e há uma outra funcionária sentada a um canto da mesma...imediatamente assim que entro numa sala de museu, tenho por hábito, dar a saudação a quem lá estiver, chego, digo, boa tarde, olhando para a mulher, esta, olha simplesmente para mim, e nem os lábios mecheu! okay, depois desta, deu-me vontade de fazer queixa de tão "esmerada simpatia" que tem os funcionários do dito museu!
Mas como disse no titulo, não será os maus modos dos outros que farão de mim mudar a ser igual a eles! Até dá vontade de dizer: temos pena, não irei fazer a vontade deles, a ser antipática, como gostariam...
Até à próxima

2 comentários:

Paulo Vicente disse...

Pensava que os funcionários que só atendiam bem os turistas eram uma relíquia de outros tempos mas parece que encontraste alguns, não há muito fazer senão talvez perguntar "Se eu perguntar em Espanhol vou ter direito a uma resposta mais simpática?" (é óbvio que isto dava uma bela confusão, mas quase que vale a pena tentar para ver a cara daquelas criaturas...)

Beijinhos

Poetic GIRL disse...

Ui eu detesto esse tipo de tratamentos, a sério fico fora de mim. Talvez por eu trabalhar em atendimento, sei o quanto conta sermos atenciosas para cativar o cliente... agora cá narizes arrebitados detesto mesmo! bjs