29/06/10

O final do feeling

Foi hoje ao minuto 57 quando a Espanha decidiu marcar o único golo que o grande e incomparável Eduardo Carvalho não defendeu. David Villa que rematou, o Eduardo defendeu, soltou a bola e numa segunda investida foi parar mais uma vez no pé goleador de David que acabou por marcar a vitória espanhola.
Custa a digerir, mas entenda-se que houve mais remates e mais domínio em campo da parte do adversário. Daí não há muito que argumentar, ou mandar a culpa ao árbitro, ou por este jogador ser trocado por aquele, não, não vou sequer mencionar nada disso para desculpar a derrota portuguesa, pois simplesmente não foi possível.
Falta de garra, não sei, pouca sorte nos remates, nos cantos, andar ao sabor do jogo espanhol, em vês de jogarem também, investir mais, talvez? enfim, não faço ideia! a meu entender não houve uma falha flagrante que possa indicar o motivo da derrota...outros concerteza com um olhar mais atento e experiente conseguirão analisar pontos dos quais eu desconheço. Nem vou comentar.
Fico triste, claro...agora, é apoiar o Brasil? por afinidade histórica? mas eles também já ganharam 5 vezes! hm vamos ver, acho que irei apoiar o Uruguai, porque não?

Até à próxima

4 comentários:

CG disse...

O jogo de ontem teve muitas falhas, mas pronto, alguém tinha de ir para casa. Calhou-nos a nós, infelizmente.
Big Kisses

Gonçalo disse...

Para mim o problema foi a atitude. A atitude positiva do jogo com a Coreia foi único, nunca mais se viu.

Estou a pensar seriamente em deixar de ser cliché e apoiar a Argentina :)

Beijinhos***

Paulo Vicente disse...

É chato ir para casa mais cedo mas mesmo assim fazer aquele 7-0 já soube bem, talvez da próxima vez seja melhor pensar mais em marcar e recuperar um bocadinho da "magia" que tivemos contra o os Coreanos...

E o Uruguai é uma boa escolha, o vencedor do primeiro campeonato do mundo e o país mais pequeno a vencer até hoje, vamos Uruguai!

Beijinhos

Olhos Dourados disse...

Fiquei triste!