27/11/09

A complexidade do meu eu...

Ponho-me a pensar muitas vezes de como reajo perante situações...e concluí o seguinte, passo horas ou dias concentrada num "detalhe" que me ocupa a "mona" e faz com que não usufrue de mais nada, sem me aperceber do todo á minha volta.
Quando o meu lado "moody" acaba (e que é muito penoso para mim enquanto estou assim)...sinto-me como renascida e com vontade de estravazar, então a emoção mais natural que emerge é a criança que há em mim, e dou-me conta em saltar, rodopiar, cantarolar e estar completamente a ignorar o que alguém possa pensar se me vir assim...

(Pequena associção de ideias) enquanto andava á procura de imagens para ilustrar "moody" fui a dar com uma banda Moody Blues dos anos 60/70 ... e a imagem que mais me aparecia á frente era o professor Mad Eye Moody do Harry Potter ...brrr... :S

Até á próxima

3 comentários:

Ana disse...

Olá!
Também sou um bocado como tu, então quando tenho alguma coisa para resolver, não penso e mais nada!!
E aquela tal roupa que falei no meu post, já é a terceira vez que vai à máquina por causa da chuva!!! Ainda me dá uma coisa má!!;)
Beijinhos

Elisabete disse...

Ihh...nem digas nada! Como eu detesto essa minha característica! Detesto ficar a pensar em pequenas coisas que sei que nada vão resolver!
Gostava de as conseguir ignorar, a sério que sim!
Bjs

Daniel Silva (Lobinho) disse...

HUm... acho que definiste muito bem o mesmo que tanta gente sente...

beijinhos amigos