06/11/08

Happy e Eu - 2ª parte

Cá estou para analisar os pontos da entrada anterior em relação a mim mesma, normalmente pessoas felizes...

1. Promovem as emoções positivas
Essas emoções positivas surgem em mim quando o momento pelo qual estou a passar é dificel, ai penso que tudo correr bem...mas sou muito levada pelo meu lado racional, e tento não criar ilusões vejo todos os ângulos de saída da situação e é bom consciencilizarme do pior que possa acontecer, mas daí virá a força e sabedoria para ultrapassar, ou seja acaba por ser um ciclo.

2.Enfrentar um medo

Fica-se com uma boa sensação, dá-nos confiança para enfrentar próximos medos, mas o que é isto de enfrentar um medo? realmente medos...acaba por ser um pouco tolo ter-se medo, porque é o receio de arriscar de agir o que o desconhecido nos possa trazer e o que está para lá desse desconhecido é o nosso 'adamastor' o monstro que pode surgir para nos devorar, o último medo que tive foi durante a minha condução, numa subida algo inclinada, parada nos semafros, um autocarro atrás de mim, e quando chega a hora de arrancar senti o carro a deslizar uns bons centimetros e tava a ver quando é que eu ouvia o toque...mas se acham que comecei a gritar, a desesperar a perder o control, não nada disso, foi mau colocar no pé na embriagem que obviamente não tava a dar impulso para arrancar, daí lembrei-me o travão de mão! e foi o que me impediu de continuar o deslize...que alivio o pezinho no acelador enquanto o travão de mão esta acente e depois largar o travão e manter a acelaração lógico, mas não não fiz barulho com as rodas arranquei normalmente, ena!
Essencialmente para enfrentar bloqueios e situções inesperadas há que ter grande control sob nós mesmos. Mas saltar num declive em asa delta, isso é para além de enfrentar o medo para mim...é sinal de insanidade... :P

3.Sabem gerir o perfeccionismo

Hmm, a mania que que tenho de deixar o toque perfeito em tudo o que faço...mas faz parte da minha personalidade e sei lidar bem com isso, pode não ser perfeito aos olhos dos outros, mas é para mim, gerir para não exagerar? pois tá bem, vou pensar nisso.

4.Ter um diário

Ya...ás vezes registo dias marcantes num diário... e porquê? sinto uma auto estima quando o faço.

5.Tiram partido do trabalho

Daqui não há nada a acrescentar, pois se não for mesmo assim, mais vale não trabalhar.

6.Estabelecer metas

A única coisa que faço nesse sentido é planear como irá ser a semana, principalmente as folgas, mais do que isso... acreditem que a vida me trás sempre como que me ocupar, mas pronto vou chegar ao ponto sem desvios, sim ando a planear viajar e sei que tenho de me auto disciplinar para não ir com a corrente da crise, tentar pôr algum de lado e veremos o que o futuro me trará.

7.Saber dizer não

Ah sim!!! dizer NÃO! Só assim podemos usufruir do nosso tempo e fazer o que se gosta, e não se trata aqui de ser giro dizer que não por uma questão rebelde sem causa, de quem está contra tudo e todos nada disso...posso dizer não quando a vontade de uma pessoa seria para eu ir para ali e não estando com a mínima vontade de ir, não ir mesmo! eee....que simples, foi mau não foi? seja lá como for....há que ter tempo para nós próprios e acabou-se.

8.Sabem perder

Bem...este sim é o calcanhar de aquiles. Saber perder? quando nos apercebemos da nossa fragilidade e incapacidade de não termos feito bem algo, não termos conseguido algo e ainda por cima saber rir de nós mesmos...e assumir que erramos mas que depois também não vamos repetir o mesmo erro, pois não? pois aí está, ter tanto controle sobre nós mesmos seria excelente de se ter...tenho sabido perder, amigos, acreditem, mas rir sobre determinadas perdas, é pedir de mais e desapropriado acho. Vamos rir sim quando descobrimos que não é o fim do mundo perder uma causa amorosa, e olhem a confiança em nós cresce e sentimos vontade de sorrir mais uma vez para a vida.

Até á próxima

1 comentário:

izzie_tisha disse...

Olá!
Fico mto feliz por teres encontrado o meu cantinho =)
E neste post revi-me um bocado... basttante, pronto! Obrigada por estares a gostar, por leres sem preconceitos, peço desculpa pelas parvoíces e pela obcessão... é nisso que este blog me está a ajudar... talvez?!
Tás à vontade para me adicionares como seguidora, vou fazer o mesmo para não nos voltarmos a perder.*