03/10/08

Pessoas

Quando se nasce estamos em estado bruto, comparevel a um diamante que está no seu mais puro estado até ser lascado...hm...somos 'lascados' constatemente por quem nos rodeia, ganhamos traços da nossa personalidade, voltamos á nossa essencia como pessoas, para depois mudarmos e assim andamos, tal como o diamante que mesmo depois de ser reduzido em tamanho por ser lascado, nunca deixa de ter valor.
Agora...quando estamos sujeitos a fazer algo que nos custa, a ouvir palavras que não queremos ouvir, a castrar sentimentos que queremos desabrochar, principalmente ter medo de se dizer que se ama alguém porque sabemos que essa pessoa não nos ama, é comparavél ao diamante que está a ser lascado e não quer porque quer ter a sua essencia por inteiro, a sua beleza bruta, a sua força por inteiro...e é triste quando optamos ser um diamente bonitinho de colar. (foi o meu sentido figurativo a falar)

Até á próxima

1 comentário:

FANCY disse...

Oh my! Porque é que gostei tanto daquilo que escreveste? (L)
*