07/03/10

Grande Entrevista

No passado dia 4, a Judite de Sousa entrevistou o ex ministro das finanças que esteve no Governo durante os anos de 1976 a 78, Medina Carreira.
Eis alguns pontos que foram ditos nessa entrevista e que acho pertinentes:

Judite: O sr. dr. acha que a escola tem andado a formar analfabetos?
MC: Sim, praticamente, exagerando esta expressão analfabetos, é o que tem estado a fazer, não sabem fazer contas, não sabem falar, não sabem pensar, e portanto isto é gente que vai ter as maiores dificuldades em progredir na vida profissional.

(...)

MC: Nós estamos numa situação de maior gravidade, e é isso que tem de ser explicado, por gente responsável, não é por mim, por gente que tenha a competência de representar os interesses nacionais, esse alguém tem de dizer ao país que a situação é grave, que os sacrificios não vão ser pequenos, e que não vale a pena estar com greves e com pretextos, porque aconteça o que acontecer, com este governo ou com outro, vai ter que se atravessar um caminho muito espinhoso.

M.C A despesa cresceu por ano 2.500 milhões, isto é estamos habituados a um crescimento de 2.500 milhões e agora somos obrigados a um decrescimento de 2.500 milhões( implica o corte dos salários e das pensões socias)

Judite: Sendo assim, as obras das grandes construções terão que ser adiadas.
MC: Evidente, aí está uma das mentiras que tem sido alimentada á muito tempo, é um crime, isto é, não há em nenhum código penal nenhum crime politico, que o diga, mas ao mandar fazer autoestradas, o aeroporto, uma ponte para o outro lado, o tgv, coisas que os países ricos ainda nem o fizeram, e nós já estamos a fazer, pobrezinhos e a viver com dinheiro emprestado.

Judite: o sr dr acha que esta situação que atravessamos é a mais grave desde 1974?
É.

Disse tmbém que a situação do país não chega a ser pior que a da Grécia, mas também daí não podemos ficar descansados.

2 comentários:

Susaninha disse...

Pertinente no minimo....
FOGO...

anf disse...

Gostei muito da entrevista que ele deu,
tenho pena que às vezes a Judite de Sousa perca tempo a entrevistar Armando Vara e outros do genero que só vem ali fazer carinha de santo depois de tudo o que roubam.
beijinho