25/02/10

E cá vamos nós com a cabeça entre as orelhas...

É assim que um amigo meu diz quando a vida está no "vai-se andando".
Por muito mal que esteja, isto é, por muito que me ocorram situações menos boas, ou pelo menos não desejadas, tenho em mim presente sempre uma luz que me dá forças para seguir em frente, segundo as palavras do Daniel, eu consigo sempre regenerar-me, mas tenho em mim, esta sensação de conquista em cada pequeno gesto que faça.
Houve também outro amigo meu que me disse que, mais vale dizer que ao menos tentamos conseguir algo, do que nada fazer. E concordo plenamente, tanto que ele sabe que eu "tentei" já inúmeras vezes e nada consigo, mas valorizo-me pois sei que fiz bem, segui a minha vontade e daí senti-me livre e sem o mínimo com problemas de consciência.

Eis uma música que ilustra um bocado a minha vida no presente, ( no lado cómico da "coisa", claro!)



Why do you think we should suffer in silence?
When a heart is broken there's nothing to break ---> UMA GRANDE VERDADE

Até á próxima

3 comentários:

Miguel disse...

Nada pior que a sensação de uma batalha perdida à falta de ser travada, que nos faz carregar o fardo de infindáveis e insolucionáveis "ses". E se eu?... Trago alguns comigo e não são seguramente boa companhia.

Olhos Dourados disse...

=)

Ana disse...

Olá!
Nunca se pode desistir daquilo em que realmente acreditamos, vale sempre a pena o esforço,, mesmo que se revele infrutífero!
Gosto muito da música!!:)
Beijinhos e bom fim de semana