01/11/09

Amanhã...

Não quero ir ao cemitério ver a campa do meu pai. Ele permance vivo nas minhas lembranças, fala comigo nos meus pensamentos, continua a encorajar-me a manter esperança para a vida e o que me quero recordar será sempre daquele sorriso cheio de confiança...
Ainda um dia destes enervei-me ( não devo, é um mau hábito, e quero evitar) mas fico com muita tensão nas costas, e recordo-me dele as massajar um dia na terra dele perto de Viseu, quando vi um cão que se soltou e desatou a correr atrás de mim a ladrar parecia que me queria morder! enfim...enervei-me nesse dia, e ele a meu pedido massajou-me as costas...que bem me fez! então eu lembrei-me dessa ocasião e consegui acalmar-me...ele era também uma pessoa que tinha grande intuição a perceber o que os outros precisavam, dotado de sensibilidade admiravel.
Obrigada pai Jacinto por tudo o que me deixaste.

Até á próxima

6 comentários:

Daniel Silva (Lobinho) disse...

As pessoas que nos são mais queridas continuam a viver dentro de nós; nao temos necessariamente de ir ao cemitério. geralmente nao voun mas acho bonito que se faça esse tipo de homenagem o ano todo, nao apenas neste dia.

Beijinhos amigos

Rosa Carioca disse...

Obrigada pela visita ao meu blog. Também não fui ao cemitério, à campa dos meus pais. Eles continuam a ser muito mais do que uma lápide... Beijinho no coração.

Ana Sofia Serrano disse...

Olá!
São momentos muito dificeis e que trazem muitas recordações, ainda mais quando é um dos pais! Como te entendo!Mas temos que aceitar as coisas como são e deixarmos as pessoas viveren dentro de nós!, mas é dificil, só com o tempo! Magoa muito!
Para te animares um bocado vai ao meu blogue que tenho lá um desafio para ti!
Beijinhos grandes!

Elisabete disse...

Infelizmente a minha opinião sobre este dia não é das melhores. As pessoas passam o ano inteiro sem ir ao cemitério, mas neste dia vão, acho um pouco hipócrita!
Acho também que a melhor homenagem que se pode fazer a alguém é lembrarmo-nos deles com carinho, seja onde for.

Bjs

Olhos Dourados disse...

Lamento a tua perda.

Fatucha disse...

Muito obrigada pelas palavras amigas. bjs